PUBLICIDADE
EDUCAçãO
SENAC retoma capacitação de 120 agentes de saúde e de endemias para o Trabalho Social da Obra do Esgoto
Assessoria de Imprensa PMM
08/07/2021
SENAC retoma capacitação de 120 agentes de saúde e de endemias para o Trabalho Social da Obra do Esgoto - Foto: Divulgação

O Trabalho Social referente à ETE – Estação de Tratamento de Esgoto das bacias Barbosa, Palmital e Pombo desenvolvido pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento, por meio do Setor de Projetos Sociais, foi retomado e durante o mês de julho realizará diversas ações.

Devido à pandemia de Covid-19, que impôs o distanciamento social e consequentemente a suspensão dos encontros presenciais, ocasionando ainda a sobrecarga de trabalho das equipes de saúde, que nesse novo cenário não poderiam se ausentar de suas atividades profissionais, se fizeram necessárias adaptações nas capacitações que vinham sendo realizadas de forma presencial.

Assim, no último dia 7, a capacitação para agentes de saúde e de endemias foi retomada de forma virtual pelo SENAC, parceiro contratado para levar o conhecimento necessário aos agentes, para que estes multipliquem as informações junto à população.

Foram disponibilizadas 120 vagas, distribuídas em 4 turmas em que a metodologia escolhida foi de exposição dialogada visando oferecer reflexão sobre a ação do agente de saúde e de endemias na identificação de ações prejudiciais ao meio ambiente para sensibilizar e orientar a população.

A secretária Wania Lombardi informou que o “objetivo da capacitação é contribuir para o desenvolvimento de diversos setores, visando à qualificação com foco na aprendizagem, planejamento e implementação de ações socioambientais, por meio da participação coletiva, a fim de contribuir com o bem-estar social e local, além de estimular o envolvimento dos servidores na busca de soluções pertinentes ao contexto em que atuam”.

Cada participante, além do encontro virtual, receberá uma Apostila Informativa / Educativa para ter subsídios e auxiliar no conhecimento sobre o tratamento de esgoto e a operação das ETEs na cidade de Marília, os diversos tipos de lixo e seu descarte correto, objetivos dos ecopontos, sustentabilidade, dentre outros assuntos.

“Uma vez que os agentes de saúde e de endemias serão responsáveis por propagar as premissas de tão importante obra junto aos moradores de Marília, nada mais justo que sejam capacitados por uma instituição de enorme credibilidade e conceituada nacionalmente, como o SENAC e dessa forma estarem respaldados na disseminação de informações comprovadamente confiáveis”, declarou a secretária Wania.

Mais de Educação
PUBLICIDADE
© 2021 YesMarilia - Notícias, entretenimento e prestação de serviços. Todos os direitos reservados