PUBLICIDADE
POLíTICA
Prefeito de Marília, Daniel Alonso é eleito para o terceiro mandato como presidente do Comitê de Bacias Hidrográficas dos Rios Aguapeí/Peixe
Comitê de Bacias Hidrográficas deu posse à nova diretoria para o biênio 2021/2022
Assessoria de Imprensa PMM
08/04/2021

O prefeito Daniel Alonso, em reunião online realizada com cerca de 50 prefeitos da região, foi eleito para o terceiro mandato consecutivo como presidente do Comitê de Bacias Hidrográficas dos Rios Aguapeí/Peixe. Ele segue à frente do colegiado até 2022 representando mais de 80 municípios do Estado.

Daniel Alonso ganhou representatividade no comitê quando foi eleito ainda em 2017, no seu primeiro mandato como prefeito de Marília, como presidente do Comitê. No mesmo ano, Daniel foi eleito coordenador do Fórum Paulista de Comitês de Bacias Hidrográficas, colegiado que integra os 21 comitês de bacias existentes no Estado de São Paulo, com seu mandato até 2018.

Já em 2019 ele foi reconduzido ao cargo de presidente do Comitê de Bacias Hidrográficas dos Rios Aguapeí/Peixe e agora, foi eleito para o seu terceiro mandato consecutivo.

"Estou muito feliz com essa nova indicação dos nossos amigos prefeitos e o apoio dos representantes do Estado e da sociedade civil que integram o Comitê de Bacias. Fizemos um trabalho exemplar nesses quatro anos, muitos projetos foram financiados com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos e vamos continuar seguindo firme nos propósitos do comitê. Este ano temos o desafio de mobilizar a sociedade para fazer a revisão do nosso Plano de Recursos Hídricos, onde são definidas prioridades de investimentos e ações do Comitê. Acho que muito dessa recondução foi por conta da obra que mudou a história não só de Marília, mas de toda bacia hidrográfica. Com certeza entregar 100% das obras do Afastamento e Tratamento do Esgoto da cidade nos fortaleceu muito, isso porque, tratar os dejetos não só ajuda Marília, como também toda a região em mais de 90 municípios", disse Daniel Alonso.

 

O PAPEL DOS COMITÊS DE BACIAS

O Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Aguapeí e Peixe CBH-AP é composto por cerca de 90 municípios, sendo que 35 estão localizados na região da Alta Paulista.

O Comitê foi criado em 1995 com a competência estabelecida em seu Estatuto de gerenciar os recursos hídricos, visando à sua recuperação, preservação e conservação.

Os Comitês de Bacias são órgãos colegiados, consultivos e deliberativos, de nível estratégico, com atuação descentralizada nas unidades hidrográficas estabelecidas pelo Plano Estadual de Recursos Hídricos, sendo que o CBH-AP tem como área de atuação as Unidades de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Rio Aguapeí e do Rio do Peixe.

"Anualmente o Comitê delibera recursos financeiros do Fundo Estadual de Recursos Hídricos para obras e projetos de interesse do colegiado, para tanto ele conta com seu Plano de Recursos Hídricos, fortemente pactuado com todos os seus membros. Outra fonte de recursos do Comitê é a cobrança pelo uso da água, instrumento de gestão previsto na lei estadual 7663/91. O Comitê já financiou ao longo destes anos diversos projetos de controle de erosão urbana e rural, planos de controle de perdas d'água nas redes, educação ambiental, e estudos técnicos que são fundamentais para a gestão dos recursos hídricos", ressaltou Daniel Alonso.

O Estado de São Paulo conta com 21 comitês instituídos, sendo que são mais de 230 Comitês de Bacias em todo o País.

Mais de Política
PUBLICIDADE
© 2021 YesMarilia - Notícias, entretenimento e prestação de serviços. Todos os direitos reservados