PUBLICIDADE
SALA DE IMPRENSA
Dirigente lamenta continuidade e mostra preocupação
Marcio C. Medeiros
23/01/2021
João Dória, Governador do Estado de São Paulo, anuncia manutenção do comércio fechado até dia 08 de Fevereiro - Foto: Arquivo: Dória 220121

A manutenção da região centro-oeste da Fase Vermelha no Plano São Paulo de combate ao Covid-19, anunciada pelo Governo do Estado de São Paulo, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, foi lamentada pelo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Pompeia, Rinaldo José Traskini, que se diz preocupado com a continuidade do fechamento compulsório dos estabelecimentos comerciais que não são considerados essenciais pelo Decreto Estadual que determina o fechamento das lojas no período de quarentena. “Já vínhamos de uma situação delicada, que deu uma melhorada no Natal, mas fechar tudo agora pode proporcionar problemas impossíveis de serem administrados para muitas pessoas”, disse em tom de preocupação. “Penso que será preciso pensar em algo específico para ajudar os empreendedores”, falou ao prever situações complicadas para alguns empresários da cidade.

No anúncio feito pelo Governador do Estado de São Paulo, João Dória Júnior, será preciso reforçar o sistema de saúde e conter a evolução da pandemia, principalmente com a ampliação da capacidade hospitalar, e adoção de medidas emergenciais. “Nesta fase serão canceladas todas as cirurgias eletivas do Sistema Único de Saúde e anuncio a abertura de mais de 750 leitos para combater a Covid-19 em todo o Estado de São Paulo”, anunciou o governante que centralizou todas as ações do Governo do Estado no combate a pandemia. Já a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, mostrou números e dados estatísticos que justificam o rebaixamento de seis regiões do Estado de São Paulo de Fase Laranja para a Fase Vermelha. “Pelo menos agora não é somente a nossa região que está no vermelho”, apontou Rinaldo José Traskini.

Com a manutenção das lojas fechadas, exceto as consideradas essenciais pelo Governo do Estado, os estabelecimentos comerciais pompeianos não poderão atender o público, porém, havendo atendimento eletrônico com entregas via "Drive thru" ou através do "delivery", o funcionamento interno é permitido. “Muitos comerciantes estão se adaptando a esse tipo de atendimento, seja através das vendas pela internet ou através do “Whatsapp” que passaram a ser com maior intensidade”, falou o dirigente ao lembrar da plataforma de e-commerce desenvolvida pela associação comercial para reunir os lojistas interessados na comercialização de produtos e serviços pela internet. Pelo endereço: www.pompeia.dakki.com.br é possível cadastrar a empresa e efetuar vendas através dos cartões de crédito e débito, além dos boletos bancários ou pelo Sistema Pix. “É uma mudança de paradigma, porém, pelo que parece, está sendo uma oportunidade para ampliar os negócios da empresas”, disse o dirigente da associação comercial de Pompeia, ao sugerir esta nova forma de trabalho.

De acordo com Rinaldo José Traskini neste período de pandemia as vendas pela internet estão crescendo e se tornando a única alternativa para muitos lojistas, afinal, todo o atendimento não é feito presencialmente. “O importante é a loja ter as duas versões de comércio”, lembrou o presidente da associação comercial de Pompeia. “A lojas atenderá dois tipos de público: o virtual e o presencial”, comentou ao propor a tentativa de iniciar o processo de adaptação. “Nunca é tarde, pois, o pior é não tentar efetuar as vendas”, opinou ao colocar pessoal na sede da associação comercial para orientar os interessados que desconhecem o comportamento do consumidor eletrônico. “Acredito que seja uma nova oportunidade para se vender”, disse esperançoso ao colocar todo o sistema a disposição dos interessados.

Mais de Sala de Imprensa
PUBLICIDADE
© 2021 YesMarilia - Notícias, entretenimento e prestação de serviços. Todos os direitos reservados