PUBLICIDADE
SALA DE IMPRENSA
Prédio fica pronto para a nova emergência
Marcio Medeiros
10/06/2020
Obras prontas aguardando móveis e equipamentos para a nossa sala de emergências da Santa Casa de Pompeia - Foto: ARQUIVO: Emergência 100620

Já está pronto o prédio de 80 metros quadrados construído dentro do complexo hospitalar da Santa Casa de Pompeia com recursos próprios e com a ajuda da Prefeitura Municipal, aguardando agora a instalação dos equipamentos e móveis necessários. Segundo o provedor do hospital pompeiano a ideia é proporcionar um local mais adequado para os atendimentos de emergência. “Há tempos vínhamos estudando uma fórmula de equacionar esta situação em virtude do local atual ser acanhado”, disse o provedor da Santa Casa de Pompeia, Alair Mendes Fragoso, que se prepara agora para conseguir recursos para a colocação dos equipamentos médicos. “Toda a instalação está pronta, aguardando apenas o mobiliário”, anunciou ao desenvolver projeto neste sentido.

Através da ajuda do poder público municipal, parceiros, empresários, setor privado e de verbas parlamentares, a Santa Casa de Pompeia tem conseguido, mesmo com dificuldades, investir em uma série de áreas importantes para o atendimento hospitalar junto a população. “A sociedade de Pompeia tem ajudado com campanhas constantes, no entanto, em determinados momentos tomamos a iniciativa para agilizar o processo”, explicou ao mostrar a importância do prédio erguido e que aguarda os equipamentos. “Não podemos é fazer o contrário: ter os equipamentos e não conseguir instala-los”, comparou ao tomar conhecimento em algumas cidades que ficam com as máquinas deteriorando por não ter local adequado para usa-las. “A meta agora é conseguir os equipamentos. O local já está pronto”, falou ao iniciar campanha neste sentido.

Na opinião de Alair Mendes Fragoso assim que o novo local estiver operando normalmente, a atual sala de emergência passará por ampla reforma. “Por enquanto é o que temos”, disse. “Mas acredito que em breve teremos um local mais adequado, que fica na mesma ala, ou seja, não haverá a necessidade de nenhuma mudança de comportamento do nosso pessoal”, falou ao discutir futuramente com a diretoria sobre a utilização da sala atual de emergência que exige cuidados. “Por ser de emergência sempre temos dificuldades em fazer o trabalho estrutural”, lembrou ao acreditar que havendo dois locais, a manutenção de ambos será possível com maior frequência.

Serão cinco novos leitos que estarão disponíveis, enquanto que a sala atual, com todos os recursos necessários, apenas um. “É um crescimento considerável do ponto de vista proporcional e operacional”, disse Alair Mendes Fragoso que pretende desenvolver outras obras de construção civil dentro do complexo hospitalar. “Estamos de olho em nossa capela”, falou de maneira despretensiosa. “Percebemos que existe uma procura razoável pelo local, que hoje se encontra acanhado”, opinou e já solicitando um estudo neste sentido. “Queremos criar uma acomodação melhor ao pessoal que utiliza a capela, com mais espaço e conforto”, disse ao colocar a obra na lista de realizações para a temporada. “Temos outras prioridades, mas sempre nos lembramos da reforma da capela”, disse ao ter foco principal nos leitos de internação que estão sendo todos padronizados, sejam os individuais ou duplos.

Mais de Sala de Imprensa
PUBLICIDADE
© 2020 YesMarilia - Notícias, entretenimento e prestação de serviços. Todos os direitos reservados