PUBLICIDADE
SALA DE IMPRENSA
Associação Comercial de Pompeia conta com shopping virtual
Márcio Medeiros
24/04/2020
Rinaldo José Traskini, presidente da associação comercial em Pompeia, lança shopping virtual para o varejo pompeiano - Foto: ARQUIVO: Rinaldo 240420

A Associação Comercial e Empresarial de Pompeia também está oferecendo aos comerciantes pompeianos a oportunidade de desenvolverem atividades varejistas, dentro do universo eletrônico com a comercialização de produtos e serviços através da internet. “Neste momento de pandemia, que nos obriga estar com lojas fechadas, é a principal alternativa para a retomada das atividades”, disse o presidente da entidade, Rinaldo José Traskini, ao anunciar o início das atividades eletrônicos com o e-commerce exclusivo com lojas de Pompeia. “Esta plataforma está disponível para todos os comerciantes, associados ou não”, falou ao colocar o sistema a disposição de qualquer empreendedor que queira iniciar as atividades de compra e venda pela internet. “Quanto mais cedo começar, mais aprenderá a utilizar a ferramenta”, avisou ao admitir ser algo novo para a maioria dos varejistas.

Para Rinaldo José Traskini o lojista que queira retomar as atividades neste período de pandemia pode utilizar a plataforma eletrônica oferecida pela associação comercial, ao se cadastrar através do endereço eletrônico: pompeia.dakki.com.br ou através do portal eletrônico da entidade, no endereço na internet: www.acepompeia.com.br. “Por qualquer um dos caminhos é possível acessar o nosso shopping virtual, se cadastrar e começar a vender”, falou ao lembrar que o sistema é simples, prático, seguro e confiável. “É preciso se cadastrar como pessoa física e jurídica, fotografar os produtos, precificar e explicar como será a entrega do produto ou serviço”, disse ao lembrar que as atividades de e-commercer estão contempladas no Decreto Estadual 64.881/2020 do Governo do Estado de São Paulo que proíbe a o funcionamento da maiorias das lojas do varejo de Pompeia, da forma tradicional. “Pela comércio eletrônico a loja funciona de portas fechadas”, comparou.

Até o dia 31 de Agosto os comerciantes interessados podem utilizar o sistema gratuitamente, e após, com pagamento de uma mensalidade que ainda será estipulada. “O objetivo agora é fazer o shopping eletrônico funcionar e colocar à disposição dos lojistas”, antecipou Rinaldo José Traskini ao dizer que para os não associados, o uso gratuito vai até o dia 31 de Julho. “O relacionamento entre comerciante e consumidor dentro do shopping virtual é direto, com a forma de pagamento combinado entre as partes”, frisou ao destacar a importância de definir a forma de entrega, se será com entregador ou se será por entrega, como “drive thru”. “O lojista pode expor quantos produtos quiser dentro do shopping”, disse ao citar lojas como supermercados ou magazines. “Padarias e açougues estão fazendo muito sucesso, pois, o contato é feito eletronicamente e as entregas são as mais aguardadas”, exemplificou.

De acordo com Rinaldo José Traskini a experiência com o comércio eletrônico é válida, afinal, mesmo após a pandemia a empresa que souber utilizar as duas formas de vendas: virtual e presencial, estará em vantagem. “Antes da pandemia a maioria tinha apenas a forma presencial de vendas”, lembrou. “Após a pandemia haverá, também, a virtual e a loja faturar com esses dois grupos de consumidores”, comentou ao enxergar uma oportunidade de crescimento do estabelecimento comercial, apesar da crise. “Vamos ter que reinventar os relacionamentos com os nossos clientes e repaginar os treinamentos das nossas equipes de vendas”, comentou ao iniciar entendimentos neste sentido para que futuramente cursos, treinamentos e capacitações sejam oferecidas aos associados.

Mais de Sala de Imprensa
PUBLICIDADE
© 2020 YesMarilia - Notícias, entretenimento e prestação de serviços. Todos os direitos reservados