YES notícias
Gerenciamento de subsídios e Imagem Pública são debatidos
Márcio C. Medeiros
28/11/2016 - 14h02
Arquivo: Aparecida 281116
Seminário realizado em Aparecida do Norte ofereceu amplo espaço para a Imagem Pública do Rotary

Os rotarianos do Distrito 4600 do Rotary International, na região do Vale do Paraíba, participaram recentemente na cidade de Aparecida do Norte, em São Paulo, do Seminário da Imagem Pública e Gerenciamento de Subsídios, envolvendo uma grande quantidade de rotarianos daquela região. “Foi uma excelente oportunidade para que os rotarianos se atualizassem sobre esses dois assuntos importantes”, disse o Governador do D4600 do RI, o advogado, Achiles Silva do Amaral, associado do Rotary Club de Volta Redonda-Leste. “Foram expostas de maneira bem objetiva e de fácil compreensão”, reconheceu o dirigente rotário regional satisfeito com o encontro realizado na sede da Casa da Amizade de Aparecida do Norte.

Na primeira parte do encontro a Imagem Pública foi o foco principal, com as presença de: Lyncoln Alves da Matta Ribeiro Negreiros, associado do Rotary Club de Barra Mansa, e do coordenador distrital da Imagem Pública do Rotary, nas Zonas 22A e 23A do Brasil, o jornalista Márcio Cavalca Medeiros, associado do Rotary Club de Marília-Pioneiro, do Distrito 4510 do Rotary International. Numa apresentação didática, com bom conteúdo e boas reflexões, o coordenador distrital apresentou o tema: “Imagem Pública do Rotary – Para que lado vou?”, quando os rotarianos participantes foram questionados sobre o trabalho que vem sendo realizado no distrito rotário neste sentido. “As ações existem e são bem realizadas”, disse o rotariano. “E é necessário usar a marca corretamente”, afirmou o dirigente distrital.

Para o coordenador nacional da Imagem Pública do Rotary é de fundamental importância que os clubes e distritos saibam a diferença entre uma marca e outra, e principalmente a exclusiva do Rotary International. “Todas as normas e regras estão no Guia de Identidade Visual do Rotary, disponível no “brand center”, na página da organização na internet”, sugeriu Márcio Cavalca Medeiros ao solicitar que todos acessassem a página “My Rotary” e que “baixassem” o arquivo do guia. “Não é somente saber da mudança e sim saber usar a nova identidade corretamente, dentro das normas rotárias”, afirmou ao expor pontos polêmicos do guia e explicar com riqueza de detalhes a forma certa e correta do uso. “Não é de qualquer jeito e de qualquer forma”, garantiu.

Na segunda parte do encontro o coordenador distrital responsável pelos subsídios distritais, o bancário José Maria Cruz, associado do Rotary Club de Volta Redonda. “Temos poucos projetos para utilizarem os recursos disponíveis”, lamentou o dirigente que esteve como Governador do Distrito 4600 do Rotary International, na Gestão 2011-12. “Os clubes precisam elaborar mais projetos para a Fundação Rotary e para o Distrito, para ter acesso aos recursos disponíveis”, sugeriu o dirigente ao fazer uma ampla exposição detalhada de como elaborar os projetos para os dois casos. “Não é difícil, e nem complicado”, garante. “Utilizando os programas que o Rotary e a Fundação oferecem, passa a ser normal”, comentou ao apontar os programas internacionais como forma de conseguir parceiros estrangeiros. “Sem contar as ferramentas existentes no site”, apontou.