YES notícias
Cezinha Cury é mais uma vez Campeão Paulista de Tênis
Assessoria de Imprensa
23/02/2016 - 14h02
Wilson Ruiz
Prefeito Vinicius recebe o tenista e campeão paulista, Cesinha Cury, no gabinete do Executivo
O prefeito Vinicius Camarinha recebeu em seu gabinete o tenista mariliense Cesinha Cury que acaba de conquistar o título de campeão pela Federação Paulista de Tênis,  categoria 1ª classe masculina, entre 35 e 44 anos.
 
Cury convidou o prefeito para prestigiar o cerimonial de premiação marcado para 17 de março, às 20h00, no Clube do Círculo Militar, em São Paulo. Serão premiados os melhores de 2015 segundo a Federação. “Parabenizo Cezinha um campeão e que sempre faz questão de destacar sua cidade, Marília. Agradeço muito pelo convite”, destacou Vinicius.
Atualmente, Cezinha defende a Sociedade Esportiva Palmeiras. “Sou advogado, formado pela Univem, e hoje contratado do Escritório de Advocacia Pedroso Cervieri. Durante o dia desenvolvo minha atividade profissional e treino à noite, afinal de contas, o tênis faz parte da minha vida. Tenho 35 anos de idade e me dedico muito na preparação física para manter a competitividade”, destacou.
 
Nascido em 1980, iniciou sua atividade esportiva no final da década de 90 nas quadras do Marília Tênis Clube. Teve o aprimoramento do técnico João Luiz da Costa, proprietário da Academia Top Tennis.
 
Além do título atual, foi campeão por idade nos anos de 1996, 1997, 1998, 1999. 2000, 2001, 2002, 2003 e 2014, totalizando 10 conquistas estaduais. Em 2014, foi campeão paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, representando Marília.
 
Cezinha Cury conquistou ainda dez títulos de campeão de Tênis nos Jogos Regionais de 1994,1995,1996, 1997, 1998, 1999, 2000, 2002, 2003 e 2015.
 
Filho do conhecido desportista César Cury,  incentivou a irmã Fernanda também na modalidade. Ela conquistou para Marília seis títulos dos Jogos Regionais , foi campeã pela Federação paulista de  Tênis e do torneio da OAB.
 
Indagado sobre o que falta para o Brasil ser uma potência no tênis, Cezinha foi taxativo. “O Brasil precisa do incentivo público à modalidade como fizeram Espanha e Argentina, ou seja, com quadras públicas e material para prática com preços populares. Hoje o tênis é praticado apenas em clubes particulares, o que limita o número de adeptos. É preciso um planejamento a médio prazo por dirigentes bem intencionados administrativamente”, afirmou.
 
O secretário de Esportes,  Gastão Pinheiro Junior, acompanhou a visita de Cezinha ao gabinete do prefeito e também  o parabenizou pela conquista.